Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘A PROLE’ Category

A PROLE

Um caipira estava sendo entrevistado em uma firma e o entrevistador perguntou:   O Sr. tem uma prole grande?

O caipira admirado respondeu: Ói moço, não é muito grande não, mais as muié num tem recramado.

O entrevistador deu uma risada e fallou: Não é isto que o Sr. está pensando, prole é a quantidade de filhos.

An bão. Num é muito não, tenho só 8 filhos vivos, 2 morreram. A minha irmã teve 12 e a minha mãe 15.

Esta historinha dá para ter uma idéia de como é a natalidade no Brasil.

Hoje temos a Televisão que é um verdadeiro anestésico. Quem tem TV no quarto geralmente dorme com ela ligada.

As pílulas e um pouco mais de informação, em algumas regiões, a natalidade ficou um pouco mais controlada.

Nós tivemos 4 (acho que exageramos) – No começo, 3 em seguida com diferença de 1 ano cada,  todos homens.

Quando eram pequeninos, saiamos com os 3 em um único carrinho de bebê e o pessoal pensava que eram gêmeos.

Na foto acima, a prole inicial de 3.   Na foto abaixo a atual de 4.

Na realidade, o trabalho para criar os 3 pequenos é o mesmo de criar um. Não tendo muita diferença de idade eles brincam juntos e quase não brigam. Se tiv er 3 anos de diferença, dá muito mais trabalho por causa dos ciumes.

10 anos depois, tentamos uma menina e veio outro sacudo.  A  primeira coisa que a gente vê quando a criança nasce é o sexo.

Graças a Deus conseguimos criá-los  bem.

O pessoal antigo costuma dizer que quem tem um, não tem nenhum, porque se morrer fica sem.

Filho é para sempre. Os pais cuidam  dos filhos a vida toda. Os filhos nem sempre cuidam. Geralmente casam, formam nova familia e fica dificil cuidar de um idoso, principalmente se ele ficar caduco ou não tiver independência para se cuidar.

A Melhor solução e colocá-lo numa casa de repouso, fazer visitas periódicas e conversar sobre assuntos de seu interesse e mantê-lo informado sobre as novidades da familia.

Shopping Interlagos –    Toda vez que vou ao Shopping Interlagos, geralmente aos sábados, fico  admirado  de ver a quantidade de crianças passeando com os pais. O Shopping é bem grande e não se consegue andar  10  metros sem cruzar com um carrinho de bebê ou uma criança com menos de 5 anos. (fora as maiores)

Foi isto e mais o que eu vi na Europa é que me deu a idéia de falar sobre o assunto.

Visitando um convento em Padova, na Italia, conversamos com um padre brasileiro que se queixou: Aqui é uma maravilha, só que infelizmente não querem ter filhos. Batizado aqui é coisa rara.

Isto foi há 18 anos atrás. (repito 18 anos)

Foi o que constatamos durante os 15 dias que ficamos na Italia, França e Espanha visitando Museus, Shoppings e lugares turísticos tradicionais. Só vimos uma criança e era neguinho, provavelmente adotado.

Um detalhe, até hoje (2011) não aguento mais ver MUSEUS,  fiquei intoxicado de tanto ver museus  na  Europa.

Talvez no campo ou no interior na Europa nasça alguma criança, mas não deve ser muitas porque senão o Padre não teria reclamado.

Esta fertilidade do povo brasileiro seria ótima se os nossos politicos se preocupassem em dar educação. Em pouco tempo seriamos uma grande nação, mas parece que eles não querem porque perderiam os eleitores.

No norte e nordeste.   Maranhão, Piaui, Alagoas, Paraiba,  etc. ainda temos os coronéis que mandam no Brasil e  graças ao analfabetismo mantém um  controle sobre os eleitores.

No Acre, por exemplo se você falar mal de um simples vereador, corre o risco de amanhecer com a boca cheia de formiga. Lembram do Chico Mendes? Eu trabalhei lá e foi a primeira coisa que me avisaram quando cheguei.

Um estado que  não tem sustentação própria e sempre dependeu da Federação, mas que no entanto,  foi um dos  que mais teve senadores e forneceu mais  Ministros e Secretários  para  o governo Federal.

Tem país bem mais pobre do que o Brasil, mas  que prioriza o ensino dando escolas e creches desde os primeiro anos de vida as suas crianças.

Nosso vizinhos Chile e Argentina, por exemplo, onde o povo tem mais cultura, a população jovem está sempre se rebelando contra certas decisões governamentais  reinvindicando direitos.

Aqui, nossa juventude se rebela contra o time de futebol invadindo concentrações, quebrando carros de jogadores e brigando contra torcidas rivais

No Brasil, Sucateiro, catador de papeis e recicláveis ganham mais do que PROFESSOR!!!?

Anúncios

Read Full Post »