Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘TRADICIONAIS’ Category

INGREDIENTES
1 kg de bucho em tiras finas
1/2 kg de feijão branco
2 tabletes de caldo de carne
1 pacote de molho de tomate 200 grs
1 linguiça calabresa defumada
1/2 xicara de azeite
6 dentes de alho, 3 folas de louro e 1 colher sobremesa de alecrim
1 colher de chá de pimenta do reino
2 cenouras em pedaços
1 chuchu em pedaços
2 cemouras e, pedaços médios
2 cebolas em pedaços (pétalas)
2 pimentões verdes em pedaços

PREPARO
Se achar que o feijão está duro (veja no dente) deixe de molho a água de véspera .
Corte as tirinhas do bucho em pedaços de 5 cm e dê uma boa fervida com bastante água e suco de 1 limão e deixe até o dia seguinte.
Escorra e esprema bem, coloque o bucho em uma panela de pressão de bom tamanho. Cubra com água, mais o molho de tomate e as folhas de louro e o alecrim. Cozinhe na pressão por 35 minutos.
Desligue e aguarde perder toda a pressão.
Acrescente o feijão pré aquecido e cozinhe junro com a cenoura por 10 minutos na pressão.
Finalmente, continue cozinhando com a panela aberta, junte os temperos e os demais ingredientes pela ordem de consistência:
Cenoura – chuchu – talos de repolho – cebola e pimentão verde ou outros legumes à gosto.
Por último, frite o alho picado no azeite e jogue no panelão, mais a pimenta do reino e os tabletes ou sachês de caldo de carne.
Controle o caldo, se estiver líquido, deixe em fogo baixo, sempre com a panela aberta até ficar cremoso nem muito liquido, nem muito secvo.
VARIAÇÕES
Pode substituir o bucho por carnes e linguiça, fica uma feijoada branca ou cassoulet para os chiques. Neste caso usa-se tambem batata.

Anúncios

Read Full Post »

FEIJOADA LIGHT

Feijoada light é como cachaça light  –  não existe. Mas esta minha fica bem mais leve, sem perder o sabor.

É necessário um bom panelão alto.

INGREDIENTES

1 kg de feijão preto de boa qualidade, dê uma mordidinha em um grão para ver se não está muito duro.

Na dúvida deixe de molho na água durante uma noite.

2 kgs de apetrechos para feijoada a gosto – pode ser um pouco mais. Sugestão:

200 grs bacon  –  4 paios  –     2 linguiças calabresa  defumadas

Complete os 2 quilos  ou um pouco mais, com lombo e costelinha salgados e 2 rabinhos de porco e um pedaço de  carne seca.

Temperos: 4 ou 5 folhas de louro, 1 cabeça de alho, 2 colheres de chá de pimenta do reino, 1 ou 2 ramos de alecrim.

PREPARO

Dessalgue as carnes cortadas em pedaços  médios e trocando a  água pelo menos 4 vezes.

Inicie o dessalgamento na véspera, deixando passar a noite na água.

Também na vespera  cozinhe as linguiças sem as peles com o bacon  em pedaços médios  em uma panela alta  por 3 minutos, com água cobrindo bem. Deixe esfriar na própria água e  passar a noite na geladeira ou se for no inverno pode ficar fora da geladeira e reserve.

No dia seguinte, retire a crosta de gordura que vai ficar por cima e utilize o caldo para cozinhar o feijão.

Quanto ao bacon procure comprar com mais carne.   Coloque o couro para cozinhar junto com as carnes.

Coloque o feijão de molho na água durante a noite.

Se achar que o feijão está bem macio pode colocar molho no dia seguinte bem cedinho.

De manhã comece cozinhando o feijão em uma boa panela de pressão.

Se o feijão for bom, bastam 5 minutos de pressão( na dúvida deixe 10 minutos). Assim que perder a pressão despeje tudo no panelão.

Cozinhe as carnes por 15 minutos na pressão. Assim que perder a pressão, escorra jogando a água fora e despeje as carnes no panelão, junto com o feijão.

Por último coloque as linguiças  no panelão junto com o feijão e as carnes.

Coloque o panelão no fogo,   junte o alho   fritado com 1 pouco de azeite ( sem queimar), as folhas de louro, a pimenta do reino, os ramos de alecrim  e deixe tudo cozinhando em fogo baixo, sem a tampa,  por pelo menos 1 hora,para engrossar e pegar bem os sabores.

O segredo da feijoada é este tempo de cozimento.

Mexa de vez em quando com uma boa colher de pau, para não pegar no fundo.  Se for necessário, complete com água quente.

No final tem que apurar sem engrossar muito e  nem ficar muito liquida.

MOLHO –   Em um pirex  coloque  todo o maço de cheiro verde, com 2 pimentas dedo de moça sem as sementes,  tudo bem picadinho,   tempere com 1 cálice de vinagre e deixe curtir 1/2 hora.

Despeje 2 ou 3 conchas do caldo da feijoada bem quente e reserve para quem quizer temperar no prato.

ARROZ, COUVE E FARINHA DE MANDIOCA – Acompanham. Um molho de pimenta complementar, também.

LARANJA,   ABACAXI  e  CAIPIRINHA – Sirva com laranja e abacaxi descacados e picados, não como sobremesa, mas para comer junto.

A Cairipirinha use como digestivo e não como aperitivo.

A minha receita de Caipirinha vou anotar, futuramente,  no post das Cachaças –  é muito boa.

Serve bem 10 pessoas.

Read Full Post »

Este virado foi  a minha irmã Alzira que me deu a  receita, parece que ela nem se lembra mais.  Evidentemente, que acabei fazendo da minha moda. Eu chamo de virado, mas nem sei se seria o nome certo. O que o pessoal chama de virado a Paulista, acho que nada mais é do que o Tutú a mineira. (Tutú de feijão, ovo frito, bisteca de porco, couve e arroz)

Este  é um virado mesmo e, inclusive, gostoso e muito fácil de fazer.

INGREDIENTES

1/2 kg de linguiça Toscana, sem a pele, desmanchada e picada, se for  preciso.

Cebola e pimentão bem picadinhos  – 1 ou 2 pimenta dedo de moça picadinhas e sem a semente

5 ovos bem batidos

1 xicara de farinha de milho torrada

Arroz cozido e bem solto o suficiente  –  de preferência frio ou amanhecido

1 xicara de salsa e cebolinha picados

Banana nanica  madura, mas bem firmes

PREPARO

Deixe tudo de jeito em  potes ou pratos e siga a sequencia acima (quando começar não p0de parar de mexer):

Frite bem a linguiça, adicione a cebola, o pimentão e a pimenta, sempre mexendo, depois os ovos mexendo bem até ficare3m bem soltos, a farinha de milho, o arroz suficiente para temperar. No final o cheiro verde. O segredo é mexer sempre e não deixar muito úmido no final. Servir com bananas fritas bem doce.

BANANAS  –   Geralmente eu  calculo 2 bananas para cada pessoa.  As bananas não precisam ser empanadas.

Eu as frito de maneira muito simples e ficam secas e muito gostosas: Frigideira pequena, com óleo novo, bem quente o suficiente para atingir a metade da altura da banana. Core de um lado, vire e toste do outro lado, retire segurando um pouco no alto para secar. Eu prefiro fritar uma a uma para não passar do ponto e não ficar encharcada. A foto acima dá uma idéia de como elas ficam. Se quizer acrescentar alguma verdura só combina com couve. Serve  bem 4 pessoas. DICA: Para manter as bananas firmes por mais tempo, deve-se tirá-las da penca enquanto estão verdes ou de vez, destacando-as bem nos talos. Se deixar na penca quando ficarem maduras, ao tirar uma, quebram duas, depois de quabradas, logo começam a amolecer.

VARIAÇÕES: Substituir a linguiça por bacon – Acrescentar cenoura picadinha junto com o arroz.

Read Full Post »